Quem sou eu

Minha foto
Araranguá, Santa Catarina, Brazil
Sou uma pessoa que apesar de meus 90 anos,recém feitos, estou sempre querendo aprender mais e mais. Agora que a tecnologia nos oferece meios cada vez mais eficazes, deixo que minha imaginação sorva tudo o que de bom e possivel para meu aprendizado. Acompanhando tantos blogues lindos arrisquei, com ajuda de meu neto Artur, a compor um no qual exponho minhas telas à óleo. Sou autodidata e pinto desde meus 12 anos. Outro hobby é o cultivo de orquídeas as quais requerem cuidados especiais tomando muito tempo, mas que me dão um prazer indescritivel na época da floração. Dedico ainda algumas horas semanais a um trabalho voluntário na Pastoral da Saúde, onde se ensina o uso de fitoterápicos como medicação alternativa. E assim vou levando a vida, este dom maravilhoso que Deus nos legou, de um modo saudavel, alegre e feliz na companhia de meu sempre amado e dedicado esposo com o qual estou casada há 69 anos e de nossos filhos, netos e bisnetos muito amados.

sexta-feira, 28 de maio de 2010





O anoitecer

Até a calhandra solitária, imóvel, no telhado, no alto da torrinha, admira o espetáculo, lindo e assustador ao mesmo tempo.
As cores fortes que tonalizam o firmamento, são cores quentes que se preparam para aquecer a noite que se aproxima.
E a calhandra continua solitária, embalada pelo silêncio, aguardando quem sabe, a volta do companheiro desgarrado.

domingo, 9 de maio de 2010



MÃE
Exaltada por tantos poetas, mas num só pequeno poema Mario Quintana nos fala toda a grandeza de ser Mãe:

Mãe
São três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito
Para louvar a nossa mãe,
Todo bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer
Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do CÉU
E apenas menor que Deus

Assim é que as tenho em meu coração, elas que já partiram: a mãe que quase perdeu a vida para me trazer ao mundo e a avó que me criou, educou, dando-me todo o afeto e carinho de uma verdadeira mãe.
A elas meu eterno agradecimento e que Deus, na Sua grande misericórdia, as tenha acolhido em Seu Reino
Um feliz dia das mães a todas as amigas mães, que me acessarem

sábado, 1 de maio de 2010



Araucárias no entardecer

Hora nostálgica de meditação e agradecimento.
Um turbilhão de idéias invade nossa mente e nos deixa extasiados diante de tão grande beleza.
É um momento no qual sentimos a transfiguração de nossa alma e nos deixa mais próximos de Deus.
Agradecidos nos prostramos diante de tão belo espetáculo.
Mutações de cores engalanam o firmamento que aguardam a noite que se aproxima. Logo, miríades de estrelas aparecerão para lhes dar luz e vida novamente.
Assim me sinto quando deparo com um por de sol como este que presenciei na serra dos Aparados, e passei para esta tela.