Quem sou eu

Minha foto
Araranguá, Santa Catarina, Brazil
Sou uma pessoa que apesar de meus 90 anos,recém feitos, estou sempre querendo aprender mais e mais. Agora que a tecnologia nos oferece meios cada vez mais eficazes, deixo que minha imaginação sorva tudo o que de bom e possivel para meu aprendizado. Acompanhando tantos blogues lindos arrisquei, com ajuda de meu neto Artur, a compor um no qual exponho minhas telas à óleo. Sou autodidata e pinto desde meus 12 anos. Outro hobby é o cultivo de orquídeas as quais requerem cuidados especiais tomando muito tempo, mas que me dão um prazer indescritivel na época da floração. Dedico ainda algumas horas semanais a um trabalho voluntário na Pastoral da Saúde, onde se ensina o uso de fitoterápicos como medicação alternativa. E assim vou levando a vida, este dom maravilhoso que Deus nos legou, de um modo saudavel, alegre e feliz na companhia de meu sempre amado e dedicado esposo com o qual estou casada há 69 anos e de nossos filhos, netos e bisnetos muito amados.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A piscina do vô Ayres


 

Esta piscina tem uma história.

Todo o avô sonha em oferecer o melhor aos seus netos.Assim aconteceu com Ayres, meu esposo.

Certo dia me falou que iria mandar construir uma piscina bem grande para os netos que viriam passar as férias aqui aproveitarem o máximo.

Não esperou muito tempo e lá estava a piscina pronta.

Chegou o verão e por conseguinte as férias, começaram a chegar os primeiros netos.

Foi aquela empolgação. Entravam na água pela manhã e não tinham hora para saír. Saiam somente para se deliciar, com os sucos e biscoitinhos que vó Marieta lhes oferecia.Começaram a trazer os amigos que por sua vez se instalavam como da família. Ayres estava feliz por ver sua obra tão bem aceita.

Mas sua felicidade durou pouco. Os netos se deram conta que o mar os esperava, pois temos dois balneários bem próximos onde nossos filhos veraneiam.

Assim, adeus à piscina, sobrando para nós, Ayres e eu, darmos conta da limpeza e tratamento da mesma.

A frustação foi grande, pois a cada ano, menos frequência havia, os netos já iam direto para a praia. Então, um belo dia Ayres resolveu dar fim ao nosso trabalho de tratamento da água e limpeza, a esvaziamos e aterramos o local. Antes porém, resolvi passar para a tela um pequeno visual do que foi o sonho do vô Ayres.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Último dia de Primavera



Os últimos dias de Primavera foram de um calor insuportável.  Eis que ela chega , a princípio uma leve garoa que foi aumentando em volume até  uma enchurrada gostosa e  benfazeja para as plantas que já  estavam reclamando. Apressei-me em fixar a imagem.
Chuva abençoada. Molha a terra que necessita de água, refresca  as aves que já se banhavam até   no borrifo da mangueira quando se aguava as plantas enfim ,derrama sobre a terra  esta preciosidade indispensável á existência. Obrigada Senhor.