Quem sou eu

Minha foto
Araranguá, Santa Catarina, Brazil
Sou uma pessoa que apesar de meus 91 anos,recém feitos, estou sempre querendo aprender mais e mais. Agora que a tecnologia nos oferece meios cada vez mais eficazes, deixo que minha imaginação sorva tudo o que de bom e possivel para meu aprendizado. Acompanhando tantos blogues lindos arrisquei, com ajuda de meu neto Artur, a compor um no qual exponho minhas telas à óleo. Sou autodidata e pinto desde meus 12 anos. Outro hobby é o cultivo de orquídeas as quais requerem cuidados especiais tomando muito tempo, mas que me dão um prazer indescritivel na época da floração. Dedico ainda algumas horas semanais a um trabalho voluntário na Pastoral da Saúde, onde se ensina o uso de fitoterápicos como medicação alternativa. E assim vou levando a vida, este dom maravilhoso que Deus nos legou, de um modo saudavel, alegre e feliz na companhia de meu sempre amado e dedicado esposo com o qual estou casada há 69 anos e de nossos filhos, netos e bisnetos muito amados.

sábado, 2 de março de 2013

O Trem
















Ah! quanta saudade do nosso " Maria Fumaça  " como o chamávamos!
Viagens gostosas aquelas que fazíamos nas décadas de 40 e 50  quando  a estrada de ferro dona Tereza Cristina, EFDTC,  ainda existia.  Ela unia os municípios de Araranguá,Criciúma,Tubarão,Laguna e Imbituba.       
Quando chegavam as férias era aquela alegria o encontro dos estudantes nas estações. Eles  iriam passa-las nos seus lares, pois a maioria  que frequentava  cursos superiores e até mesmo o Ginásio  estudava na capital , uma vez que nas cidades menores o estudo não ia além do fundamental.
A mesma alegria se repetia no retorno das férias. Daqui de Araranguá embarcavam somente garotas já na estação de   Criciúma  o embarque  ficava mais interessante, pois os rapazes tomavam conta dos lugares vagos, o mesmo acontecia nas estações de Tubarão, e Laguna.
 Imbituba era o final da linha, daí  para  Floripa tínhamos que seguir de ônibus . 
  No trem  era aquela confusão e balburdia , cada qual  querendo contar os acontecimentos ocorridos nas férias. Alguns, com tristeza, falavam das paqueras que haviam deixado, já outros  vibravam por encontrarem amigos que também estudavam na capital.  
E assim íamos seguindo até nos formarmos, quando nossa Maria Fumaça já não mais existia. 
Como seria bom se as ferrovias fossem reconstruídas !

6 comentários:

✿ chica disse...

Lindas tuas recordações Marieta e seria mesmo muito bom! As nossas estradas estão repletas de carros, caminhões...Perigosas!


Adorei te ler! beijos,tudo de bom,linda semana!chica

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Já fiz vários posts sobre trens em que viajei.... Gostei muito do seu...
Bjm de paz e bem

Valéria disse...

Marieta, suas lembranças são nítidas e bonitas, assim como a beleza dessa foto. Muito bom conhecer um momento tão significativo pra você, poder participar admirando a foto e sentindo sua emoção ao escrever essas linhas.
Adorei. Muito carinho e um beijo pra você, Valéria S. Dantas Lopes

Zilani Célia disse...

OI MARIETA!
QUE COISA BOA RECORDAR NÉ AMIGA?
ESTES TRENS NOS TRAZEM MUITAS RECORDAÇÕES LÚDICAS,ALÉM DE SABERMOS O QUANTO SERIA BENÉFICO PARA PAÍS EM TERMOS DE ECONOMIA.
COISA LINDA, ESTE MARZÃO E TUA BISNETA, COM O PAI APRENDENDO A SE EQUILIBRAR NA PRANCHA.
ESTOU ESPERANDO TUA TELA NOVA, SEI QUE VAI SER MUITO BONITA.
ENQUANTO ISTO VAI COLOCANDO FOTOS QUE A GENTE GOSTA DE VER.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Vivian Fernandes de Goes disse...

Lindas recordações minha amiga!!!
Mas só posso imaginar...nunca andei de trem!rs
Beijos!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Maravilhoso, este recordar das viagens de trem, da "Maria Fumaça". Eram assim mesmo, as viagens que fazíamos à serra, a 100 quilômetros de Fortaleza, ao Maciço de Baturité. Quando chegar a letra "C", nas cidades do Ceará, irei falar dessas viagens da época de infância.
Linda, a sua postagem, Marieta.

Um beijo!