Quem sou eu

Minha foto
Araranguá, Santa Catarina, Brazil
Sou uma pessoa que apesar de meus 90 anos,recém feitos, estou sempre querendo aprender mais e mais. Agora que a tecnologia nos oferece meios cada vez mais eficazes, deixo que minha imaginação sorva tudo o que de bom e possivel para meu aprendizado. Acompanhando tantos blogues lindos arrisquei, com ajuda de meu neto Artur, a compor um no qual exponho minhas telas à óleo. Sou autodidata e pinto desde meus 12 anos. Outro hobby é o cultivo de orquídeas as quais requerem cuidados especiais tomando muito tempo, mas que me dão um prazer indescritivel na época da floração. Dedico ainda algumas horas semanais a um trabalho voluntário na Pastoral da Saúde, onde se ensina o uso de fitoterápicos como medicação alternativa. E assim vou levando a vida, este dom maravilhoso que Deus nos legou, de um modo saudavel, alegre e feliz na companhia de meu sempre amado e dedicado esposo com o qual estou casada há 69 anos e de nossos filhos, netos e bisnetos muito amados.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Uma humilde casa

Esta casinha tem uma história. Fica situada numa estação de águas termais, em Tubarão,SC.Foi nestas Termas que passamos nossa lua de mel e num dos passeios que fizemos pelos arredores deparamos com esta casa o que nos chamou atenção pela enorme pedra a seu lado. Passados 60 anos, voltamos lá afim de descansarmos por alguns dias e resolvemos ver se a tal casa ainda existia, sim, porque era uma edificação muito pobre, sem estrutura alguma. E lá estava ela com a pedra a seu lado e a mesma proprietária, uma senhora negra,idosa, que estava limpando o pequeno pátio repleto de plantas. Pedimos permissão para bater uma foto, ao que ela ficou muito feliz. Resolvi então ampliá-la e passar para uma tela e a tenho com muito carinho em minha sala como uma doce recordação.

6 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo voltar após 60 anos e encontrar tudo igual.Linda tela!! beijos,tudo de bom e estavas sumidinha ou eu que não te vi?rs beijos,chica

Lilá(s) disse...

Que emocionante, é incrível a capacidade que a amiga tem de passar para a tela as imagens! perfeito, parece foto!
Bjs

Zilani Célia disse...

OI MARIETA!
AGRADECENDO TUA VISITA, ESTOU AQUI, JÁ ME ENCANTANDO COM UMA TELA NOVA.
AMIGA AO CONTARES ESTA HISTORIA, LEMBREI, QUE TEMOS UMA AMIGA QUE MORA EM COQUEIROS AI EM SANTA E, DO PÁTIO DA CASA DELA, NOS FUNDOS, TEM UMA ENORME PEDRA,SUSPENSA NO MORRO, DA QUAL EU TERIA MEDO, MAS ELES NÃO ESTÃO NEM AI E TAMBÉM FAZEM ANOS E ELA ESTÁ LÁ NO MESMO LUGAR.
É CLARO QUE DA PARTE DA FRENTE DA CASA SE VÊ ESTA MARAVILHA,O MAR, COM TODA A SUA MAJESTADE.
MAS,O LEGAL DA HISTÓRIA É TERES TIDO A OPORTUNIDADE DE FOTOGRAFAR A MESMA CASA E A MESMA PEDRA DEPOIS DE TANTO TEMPO, POR TER PARA TI E O AYRES, UMA LEMBRANÇA TÃO BONITA, A DA LUA DE MEL.
TÁ MUITO BONITA A TUA TELA, TANTO, QUANTO O QUE ELA REPRESENTA.
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Zilani Célia disse...

OI MARIETA!
CÁ ESTOU NOVAMENTE, FICO TRISTE QUANDO NÃO ME RETORNAS A VISITA.
O QUE FAÇO COM OS BOLINHOS DE CHUVA E O CHIMARRÃO?
ABRÇS AMIGA

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Vivian disse...

Nossa,minha amiga!
Que lindo!A tela e a lembrança!!
É tão bom ter coisas tão lindas para recordar!!!
Beijos!!!

Anônimo disse...

Querida Marieta, a casa, a foto, a tela, uma linda história.
Parabéns!
Você é sensível, harmoniosa, cria e recria a arte com talento e emoção.
Um beijo e um abraço de sua fã, Valéria S. Dantas Lopes.