Quem sou eu

Minha foto
Araranguá, Santa Catarina, Brazil
Sou uma pessoa que apesar de meus 90 anos,recém feitos, estou sempre querendo aprender mais e mais. Agora que a tecnologia nos oferece meios cada vez mais eficazes, deixo que minha imaginação sorva tudo o que de bom e possivel para meu aprendizado. Acompanhando tantos blogues lindos arrisquei, com ajuda de meu neto Artur, a compor um no qual exponho minhas telas à óleo. Sou autodidata e pinto desde meus 12 anos. Outro hobby é o cultivo de orquídeas as quais requerem cuidados especiais tomando muito tempo, mas que me dão um prazer indescritivel na época da floração. Dedico ainda algumas horas semanais a um trabalho voluntário na Pastoral da Saúde, onde se ensina o uso de fitoterápicos como medicação alternativa. E assim vou levando a vida, este dom maravilhoso que Deus nos legou, de um modo saudavel, alegre e feliz na companhia de meu sempre amado e dedicado esposo com o qual estou casada há 69 anos e de nossos filhos, netos e bisnetos muito amados.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Uma mensagem



Olhando a imensidão do oceano senti mais e mais a presença de Deus e me levou a esccrever esta mensagem.

O homem, feito à Sua imagem e semelhança, é um ser divino por matureza.
Deste-lhe a alma.. e nela imprimiste os mais diversos sentimentos: a humildade e a sinceridade numas, o egoísmo e o orgulho noutras, porém a todas indistintamente não deixaste faltar a chama do amor., deste amor que a tudo sobrepuja ... dá vida aos desanimados, força aos frágeis, luz às trevas...Deste sentimento sublime que nos enleva e arrebata nas emoções, que nos dá ânimo e coragem para enfrentar as vicissitudes da vida fazendo-nos crer que o amanhã surgirá com novas promessas, novas esperanças...

Assim transmito aos meus queridos amigos, votos de um 2011 de muita páz e saúde.

Um comentário:

Lilá(s) disse...

Amanhã como todos os primeiros dias do ano vou ver o mar, preciso que ele me dê força e coragem para enfrentar o novo ano que promete dar-me que fazer...
BOM 2011.
BEIJINHO GRANDE